Jardim preservado: tudo que você precisa saber

JARDIM PRESERVADO

Jardim preservado – Plantas desidratadas e preservadas criam um jardim preservado com aspecto natural, baixa manutenção e alta durabilidade. Você vê. Uma alternativa orgânica, sustentável e permanente ao paisagismo. Este é o jardim preservado que combina as melhores qualidades da folhagem natural e artificial.

Thank you for reading this post, don't forget to subscribe!

É criado através de um processo de dessecação e conservação de plantas naturais. Isso mantém a folhagem intacta, criando painéis e arranjos, entre outras coisas. O acabamento é muito bom. A duração é ilimitada e a manutenção pode ser feita uma vez por ano.

Por ser prático, o jardim preservado vem ganhando popularidade em projetos arquitetônicos e decorativos, principalmente comerciais. No entanto, é a aplicação da técnica também pode funcionar muito bem em ambientes fechados. Dessa forma, aproxima a natureza, torna os ambientes mais convidativos e garante o bem-estar.

O que é um jardim Preservado?

Basicamente, existe um Jardim preservado feito a partir de uma coleção de folhas secas, preservadas e coloridas que podem formar painéis, arranjos e até árvores. Isso significa que é adequado tanto para pequenos vasos quanto para ocupar paredes inteiras , como quando há um jardim vertical seria.

Por isso, é uma boa opção para vegetação vegetal que pode ser utilizada em projetos de diversos tipos. Além disso, cada jardim obtido é único, tornando os ambientes personalizados. O planejamento depende do espaço disponível, das necessidades e preferências de cada pessoa.

Além do tamanho, as cores também são totalmente personalizáveis, dando um toque extra de diferenciação. Um dos as grandes vantagens é que pode ser dentro de casa. Na verdade, o jardim preservado deve ser protegido da luz e da chuva, pois tende a estragar em contato com o sol ou a água.

Como manter um jardim preservado?

O jardim preservado é feito em um processo manual que envolve tecnologia. As plantas naturais são basicamente dessecadas, mas também protegidas e estabilizadas.

Isso requer muito cuidado para que as folhas mantenham sua forma, cor e textura. Afinal, manter essas qualidades faz com que o jardim preservado pareça orgânico. O processo de desidratação remove grande parte da água das folhas. Em seguida, vêm em barris com produtos próprios para preservar sua aparência natural, que pode durar anos.

Para manter as folhas verdes, elas são tingidas individualmente. Este é um passo artesanal e artístico, pois respeita a cor original. Depois a folhagem pode ser aplicada em paredes, vasos ou pinturas, por exemplo. Novamente, este é um processo manual que depende do projeto de paisagismo.

A ESPÉCIE MAIS UTILIZADA NO JARDIM PRESERVADO

Existem muitas formas de criar jardins preservados. Tudo depende das características do ambiente e, sobretudo, das preferências do dono da casa ou do negócio.

No entanto, a samambaia é uma das mais utilizadas neste tipo de projeto paisagístico. Tem um aspecto muito natural, como nos jardins verticais, mas de forma prática e duradoura. Para uso em vasos, o buxo é muito popular. No entanto, você também pode usar espécies como palmeiras fênix ou areca, cica e até podocarpus.

Quais são os benefícios de um jardim preservado?

Já mencionamos alguns dos benefícios de investir em um projeto de Paisagismo com jardim preservado. Mas para resumir e não deixar dúvidas, aqui estão as principais vantagens:

  • Versátil.
  • É possível criar desde um jardim vertical até árvores, nichos ou vasos;
  • preços razoáveis ​​em comparação com plantas naturais e artificiais;
  • feito sob medida de acordo com as necessidades e preferências;
  • resistente à temperatura e às mudanças climáticas;
  • melhora a acústica da sala através da absorção sonora;
  • não precisa de luz solar;
  • não precisa de irrigação;
  • aparência natural;
  • fácil manutenção;
  • não atrai insetos;
  • sustentável;
  • durável.

Uma das grandes vantagens deste tipo de vegetação é certamente a facilidade de manutenção. Então você vai entender o que precisa fazer para manter o jardim bonito.

MANTER O JARDIM PRESERVADO EM AMBIENTE INTERIOR

Apesar de composto por plantas naturais, o jardim preservado passa por um processo de poder É sensível a fatores externos, como luz solar e chuva. É por isso que esta é uma técnica desenvolvida para paisagismo interno.

Com exposição aos raios UV ou chuva, as folhas se desgastam cedo e duram menos do que o esperado.

MANUTENÇÃO ANUAL

Um jardim preservado normalmente dura pelo menos um ano sem a necessidade de retoques. Depois disso, é importante substituir qualquer chapa metálica desgastada, queimada ou quebrada.

Lembre-se que este trabalho deve ser feito por um profissional. Assim, é possível manter a aparência natural e bonita preservando as principais características do projeto.

RETIRE O POEIRA COM UM MOPA

Recomenda-se também o uso de um esfregão para retirar o pó das folhas aproximadamente a cada seis meses.

Este trabalho não precisa ser feito por profissional especializado. para fora, o que facilita a manutenção do jardim bem cuidado. No entanto, é importante lembrar de não usar muita força, para não correr o risco de quebrar ou danificar as folhas.

Além do jardim, é possível incluir a vegetação interna de outras formas. Esta é uma técnica interessante porque estar perto da natureza aumenta o bem-estar e torna o ambiente mais agradável, veja também como cultivar um jardim.

Creditos de imagem: Gazeta do povo.

Recommended For You

About the Author: jonathan

Diretor de Marketing na empresa Jmsl Marketing, Mora em Nova Iguaçu, Casado, Entrou em Setembro de 2011 para o mundo literário. Formado em letras na UCB no RJ em 2016.